Zero Acidentes: a importância da sinalização das áreas de perigo na sua empresa

Manual da Segurança: Equipamento autônomo com respirador facial e cilindro
10 de Janeiro de 2019
Artigo: o que é o PCA?
22 de Janeiro de 2019

Imagine o tráfego de uma cidade como São Paulo, agora vamos um pouco mais além e retirar completamente toda e qualquer sinalização que ordene o trânsito. Seria uma situação de incrível risco, certo?

Bem, essa analogia serve bem para imaginar o chão de uma fábrica sem Sinalização de Segurança do Trabalho. É fácil ignorar a sua importância, mas quando colocamos sobre um panorama mais palpável logo vemos os perigos que envolvem determinados trabalhos.

Bem, vamos falar um pouco mais profundamente sobre esse assunto? Continue lendo o texto e aprenda mais!

O QUE É A SINALIZAÇÃO

A sinalização pode ser tida como um conjunto de placas, faixas, luzes e cores com um único objetivo de chamar nossa atenção e transmitir informação a respeito da função ou perigo presente naquele local.

As informações têm o objetivo de usar um de nossos melhores sentidos, a visão, a fim de tomar a nossa atenção e despertar o sentimento de autopreservação. Quando identificamos um símbolo, a associação com o tipo de perigo é imediata.

Ademais, é possível identificar uma letra a uma distância 700 vezes maior que sua própria

altura, claro, desde que o indivíduo tenha uma visão perfeita.

A LEGISLAÇÃO DA SINALIZAÇÃO DE SEGURANÇA

Sinalizar o ambiente de trabalho com riscos potenciais ao bem-estar do colaborador não é só uma medida de segurança, está previsto em lei. Sendo assim, é possível verificar as especificações mínimas da sinalização em duas normas:

  • Norma Regulamentadora (NR) 26: diz respeito à utilização de cores para sinalização do ambiente de trabalho; e
  • Norma Brasileira (NBR) 7195: estabelece cores específicas para cada tipo de sinalização.

Além disso, a NR 26 também estabelece a respeito do formato e conteúdo das fichas de informação de segurança de produtos químicos.

AS CORES E A SINALIZAÇÃO DE SEGURANÇA

De modo geral:

  • Vermelho: usada para indicar aparelhos e equipamentos voltados ao combate de incêndios;
  • Amarelo: indica cuidado;
  • Branco: corredores para circulação;
  • Preto: indica canalizações de inflamáveis e combustíveis de alta viscosidade;
  • Verde: canalizações de água, caixas de primeiros socorros, chuveiros de segurança, etc.
  • Laranja: canalizações contendo ácidos, partes móveis de máquinas e equipamentos;
  • Púrpura: perigos por radiações eletromagnéticas;
  • Cinza: canalizações de vácuo;
  • Cinza escuro: identificar eletrodutos.

Quer saber mais sobre como reduzir os acidentes de trabalho na sua empresa ou outros temas relacionados à Segurança do Trabalho? Deixe uma sugestão via e-mail ou pelo Facebook e aproveite para entrar em contato conosco para tirar dúvidas.

E-mail: marketing@bunzlepi.com.br

Lembre-se: sempre verifique o CA antes de usar o EPI.