Manual da Segurança: Detectores de Gás

Artigo: Quais são os perigos do trabalho em altura?
20 de Fevereiro de 2019
Zero Acidentes: promova ações e qualidade de vida dentro da sua empresa
26 de Fevereiro de 2019

Os aparelhos detectores de gás são um ótimo artifício para identificar a presença de diversos gases dentro do ambiente. Quando falamos sobre a segurança do trabalho nos referimos diretamente a presença de gases nocivos à saúde humana.

Antes esse aparelho era capaz de identificar somente um tipo de substrato (ou um tipo de gás), contudo, hoje temos aparelhos multi-gás ou multifuncionais que identificam a presença de inúmeros gases ao mesmo tempo, tornando a leitura da periculosidade do ambiente de trabalho muito mais eficiente.

Curioso para conhecer um pouco mais sobre esse aparelho e como utilizá-lo de maneira segura? Continue lendo esse texto e descubra mais.

OS TIPOS DE DETECTORES DE GASES

Os detectores de gás podem ser classificados em dois grandes grupos, um com foco na detecção de gases inflamáveis e outro com foco em gases tóxicos, mirando 2 tipos de ocupações diferentes e seus riscos.

Ainda há aqueles detectores fixos e móveis, nesse caso em específico daremos foco no móvel quando discorrermos sobre os cuidados no uso desse equipamento.

Independente do seu tipo, é muito importante garantir o uso correto desses dispositivos, afinal de contas, eles são utilizados para  garantir que o ambiente esteja seguro e saudável durante a realização do trabalho.

Dessa forma, é de extrema importância garantir que o funcionário encarregado de realizar essas medições tenha sido treinado no uso do equipamento específico.

ANTES DE CADA USO, ATENTAR-SE AOS SEGUINTES PONTOS.

  • Verificar as funções do detector como inspeção de rotina (após ligar o equipamento automaticamente serão apresentados os limites mínimos (Steel) e máximos (TWA) de cada sensor), realizar o teste FAS (calibração Zero).
  • Realizar bump test (teste resposta) com gás padrão, antes de realizar a liberação e/ou permanência conforme NR33, caso algum sensor apresente alteração nos parâmetros realizar ajuste.

O detector de gás deve ser ajustado, quando?

Periodicamente (prazo estipulado pelo operador na configuração do equipamento, normalmente o prazo para ajuste vem configurado do fabricante para 180 dias) ou se caso o bump test falhar.

O detector de gás deve ser calibrado, quando?

Anualmente, sendo enviado ao fabricante ou distribuidor autorizado, caso seja necessário a calibração pode ter a certificação RBC.

A IMPORTÂNCIA DO DETECTOR DE GÁS

Saber usar esse equipamento pode representar a diferença na hora de escapar de uma situação de risco. A necessidade de monitoramento contínuo da qualidade do ar, é essencial em diversas atividades em espaços confinados.

Também é válido ressaltar que a escolha do aparelho correto dependerá do conhecimento prévio a respeito dos gases que podem existir no local de trabalho, sendo assim, mais uma vez enfatizamos a necessidade de uma análise de risco bem realizada.

Somente após essa etapa, pode-se definir os Equipamentos de Proteção Individual e Coletivos (EPI e EPC) realmente necessários para aquele ambiente de trabalho.

Quer saber mais sobre outros temas relacionados à Segurança do Trabalho? Deixe uma sugestão via e-mail ou pelo Facebook e aproveite para entrar em contato conosco para tirar dúvidas.

E-mail: marketing@bunzlepi.com.br

Lembre-se: sempre verifique o CA antes de usar o EPI.