Zero Acidentes: você tem um plano de emergência contra incêndio na sua empresa?

Manual da Segurança: Cinturão de altura
14 de Fevereiro de 2019
Artigo: Quais são os perigos do trabalho em altura?
20 de Fevereiro de 2019

Sempre que falamos em segurança do trabalho nos referimos às legislações, equipamentos de proteção individual (EPIs), boas práticas no uso de equipamentos, etc., contudo, algo que quase nunca é mencionado são os planos de emergência em casos de incêndio.

Priorizar a segurança dos colaboradores (não só deles, em fato, mas de todos dentro das dependências da empresa)  deve ser algo sempre em discussão dentro do ambiente empresarial.

Em específico, no caso de incêndios ou outras situações que demandem a evacuação do prédio, é muito importante ter um plano muito bem estruturado (e colaboradores treinados) para evitar uma catástrofe ainda maior.

O QUE É O PLANO DE EMERGÊNCIA

Evacuações são muito mais comuns do que grande parte das pessoas pensam, como o próprio nome do título desse texto sugere, uma das principais causas desse tipo de emergência é justamente incêndios, contudo, não para por aí, inundações, vazamentos de substâncias químicas, entre outros também fazem parte das evacuações.

Nessas situações de emergência, velocidade é tudo, e é por isso que um plano de emergência bem estruturado pode fazer toda a diferença, afinal de contas, essa é uma situação com vidas em risco.

Nesse sentido, podemos definir o plano de emergência contra incêndio dentro da empresa como etapas que necessitam ser cumpridas a fim de assegurar a segurança de todos os presentes na hora do incidente (funcionários ou não).

Ao criar o plano de emergência é feito um estudo (também conhecida como análise de risco) com o qual se é minimizado e/ou neutralizado todo e qualquer risco encontrado no ambiente analisado.

Isso não é somente uma preocupação do empregador, é uma obrigação determinada pela Norma Brasileira (NBR) 15219 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Mais precisamente está descrito:

“O plano de emergência contra incêndio deve ser elaborado para toda e qualquer planta, com exceção das edificações residenciais unifamiliares.”

COMO CONSTRUIR UM PLANO DE EMERGÊNCIA

Na hora de elaborar um plano de emergência alguns pontos devem ser levados em consideração:

  • O desenho deve ser um diagrama de plano de piso básico em preto e branco e executado da forma mais simples possível, evitando a inserção de cores;
  • Todas as saídas primárias e secundárias devem ser devidamente identificadas;
  • Nunca inserir elevadores como possibilidades de saídas de emergência;
  • Evitar usar janelas como pontos de saída;
  • Não usar passagens perto de locais de armazenamento de substâncias potencialmente perigosas;
  • Evitar caminhos estreitos ou que possam causar grandes aglomerações;
  • Indicar a posição atual da pessoa no mapa sempre; dentre outras.

Cabe sempre ao trabalhador (ou equipe) que irá elaborar o plano de emergência analisar os riscos presentes no local, estejam eles nos equipamentos ou nas características intrínsecas do local de trabalho.

Após isso é possível criar as rotas de fuga, fazer exercícios de simulação e também treinar a brigada de incêndio, melhorando o plano de acordo com o observado.

Quer saber mais sobre planos de emergência ou outros temas relacionados à Segurança do Trabalho? Deixe uma sugestão via e-mail ou pelo Facebook e aproveite para entrar em contato conosco para tirar dúvidas.

E-mail: marketing@bunzlepi.com.br

Lembre-se: sempre verifique o CA antes de usar o EPI.