TALABARTE: quais os tipos e suas utilizações corretas no trabalho em altura?

Somos uma das 3 marcas mais lembradas no prêmio Top of Mind 2020
22 de julho de 2020

Você sabe quais os tipos e utilizações corretas dos TALABARTES? A gente te explica!

Os EPIs para Trabalho em Altura são essenciais para o trabalho seguro, e um deles é o talabarte. O talabarte faz parte do Sistema Individual de Proteção Contra Queda, formado por um ponto de ancoragem, um dispositivo de conexão e um cinto de segurança. Ele é o elemento seguro de conexão entre o Cinto de Segurança tipo Paraquedista e seu ponto de ancoragem.

De acordo com a NR35, o talabarte e o trava-quedas devem estar fixados acima do ponto de conexão do cinto do trabalhador, ajustados de modo a restringir a altura de queda e assegurar que, em caso de ocorrência, minimize as chances do trabalhador colidir com estrutura inferior em situação de queda.

Os principais tipos de Talabarte são:

1) Talabarte Simples – é composto por apenas um ponto de ancoragem e deve ser utilizado em situações com menor nível de risco. É recomendado para as situações em que o trabalhador é capaz de se prender de forma segura antes de iniciar as atividades que irá realizar, como em plataformas elevatoriais e linhas de vida.

2) Talabarte Duplo – é composto por um ponto de conexão com o cinto e duas pontas de conexão de ancoragem. Para estruturas como o andaime a utilização dele é obrigatória, e permite o deslocamento ao mesmo tempo em que está conectado a um ponto de ancoragem. Desta forma, ele se mantém 100% conectado durante sua atividade e movimentação.

3) Talabarte de Posicionamento – funciona como um sistema para posicionar o trabalhador, no entanto não previne de quedas. Por isso, deve ser usado apenas junto ao talabarte de retenção contra queda.

A execução de Trabalho em Altura pede que todos os EPIs essenciais para essa atividade sejam utilizados o tempo todo – e cada um deles deve estar dentro do prazo de validade e em condições de uso adequadas. Sempre que o trabalhador fica a 2 metros ou mais de altura em relação à base do local em que está, ele precisa ser amparado por Equipamentos de Proteção que irão garantir a sua integridade física e minimizar os riscos de queda.

A escolha do talabarte correto para cada função e local deve ser consultada pela equipe responsável pela segurança do trabalho em sua empresa, bem como conferida com nossos especialistas!

Quer saber mais? A gente pode te ajudar!

Fale com a gente.